segunda-feira, 7 de maio de 2012

Bem Vindo à Toca dos Gatos


            Neste Bar você encontrará histórias para se divertir e pensar, histórias de ação e de aventura, um mundo inteiramente fantástico só pra você! Tudo no dia a dia dos personagens que trabalham neste bar tão inusitado, no limiar da realidade e da fantasia.

            Nosso personagem principal se chama En’hain (en-rra-in), um draconiano que teve seus poderes despertados por Gunshin, o misterioso dono do Bar Toca dos Gatos, que também é um draconiano. En’hain era um estudante de Arquitetura que teve de enfrentar a maior desgraça de sua vida: a miséria. Triste com sua própria existência sem sentido se perdeu no meio de uma tempestade de neve em pleno inverno e adentrou uma floresta densa e escura de árvores altas e silenciosas. Realmente, nenhum barulho se faz nessa floresta. Perdido nos seus pensamentos, En’hain continuou andando até encontrar algumas luzes estranhas, pensou ter voltado para a civilização. Mas estava enganado, o que ele havia encontrado era muito mais que isso...

            A Vila dos Gatos é o último lugar na Terra em que o impossível se torna real, onde as antigas fantasias dos loucos se fazem presentes. Pois é nessa vila que fica o Bar Toca dos Gatos, lugar onde diversas criaturas do mundo transversal encontram um momento de descanso merecido.

            Os moradores dessa vila são os nekonins, gatos-humanóides que possuem origem misteriosa e que para fugir dos maus-tratos que lhe são impostos se refugiam sobre a proteção da parede de silêncio, barreira mística que protege a Vila dos Gatos do mundo exterior, levando embora as memórias perversas de quem entra e todas as memórias de quando se esteve lá dentro. Existem outros atributos desconhecidos dessa magia antiga que só serão descobertos mais tarde. A principal característica dos nekonins é que todos são incrivelmente bonitos e estilosos, sempre aparentando serem jovens, quando, na verdade, tem dezenas de anos.

            Dentre os nossos nekos, forma mais conhecida desses seres que parecem humanos de orelhas peludas, cauda comprida e garras afiadas; temos o jovem Akai, o pessimista Gurei, a bela e poderosa Lady Neko e o vovô tarado Nekomata.

            Akai (foto) aparenta ser um jovem adolescente que não possui muita cognição ao falar, repetindo diversas vezes a palavra: Nyaaa (nhaaa). Seu pelo é avermelhado, por isso seu nome, que quer disser vermelho, avermelhado. Gosta muito de comer, tomar café da manhã bem cedo, é inocente e gentil. Está sempre na cola de En’hain que, por ter aberto sua caixinha – lugar de onde os nekos aparecem – tornou-se seu mestre. Akai não fará nada sem que seu mestre permita fazer, fazendo beicinho quando algo lhe é negado. Muitas vezes ele fica agitado, principalmente quando está com fome, mexendo no que não deve e arranjando muita confusão.

            Gurei é o mais chato da casa. Fala a primeira coisa que lhe vem à cabeça, sem se importar se alguém se magoou com isso. Ele sempre pensa na pior das possibilidades, sendo superado apenas pelo depressivo En’hain, que diz ter perdido completamente a esperança em tudo. Perto dele, Gurei nem parece tão chato assim, apesar de estar sempre implicando com Akai, que acha infantil demais, e com Lady Neko, que possui um corpo avantajado e muito provocante. Gurei usa um tapa-olho no lado direito do rosto, que ele diz ter sido arrancado pela crueldade humana, que é o que mais odeia nesse mundo. Ele só confiou um pouco em En’hain, por este não ser mais humano, só por isso...

            Lady Neko, por sua vez, é um verdadeiro mulherão, loira de cabelos longo, de busto farto, extremamente feminina e gentil, apesar de ter uma força que botou o Senhor Gunshin no chão – o que assusta En’hain e Gunshin. Não se sabe muito sobre ela, sabe-se que ela mora na vila há muito tempo, que morava anteriormente no templo dos gatos e carrega uma aliança numa corrente no pescoço. Ela parece se fazer de boba, mas de boba não tem nada...

            O último gato que aparece frequentemente no Bar é o vovô Nekomata que, acreditem, ele tem mais de mil anos de idade! Ele é o mais velho e mais sábio gato que vive na vila, já tendo adquirido a segunda calda e poderes etéreos capazes de controlar os mortos – ele que sempre vive dizendo isso. No entanto, o único poder que ele demonstra ter é o de transformação que diz ter adquirido no Japão com uma velha chaleira. Ele vive no templo xintoísta dos gatos, a construção mais alta que se tem na vila. Nekomata diz ter construído sozinho aquele templo para receber os novos nekos com a paz celestial que a harmonia com a natureza pode trazer. Outros dizem que ele pediu dinheiro emprestado que nunca pagou, contratou funcionários que nunca pagou e que ele teria construído o templo somente para observar as gatas da vila. Vai saber! Ele é apenas um gatinho tarado que finge ser um gatinho mais novo para ficar perto das gatas da vila... É o que disseram!

            En’hain e companhia encontram muita confusão na vila, por parte por causa deles mesmos, outra parte por seres amorfos que vêm do abismo, outra por causa dos elementais dos reinos subterrâneos que não gostam nem um pouco de serem incomodados e outra ainda por causa dos caçadores, humanos que insistem em invadir a Vila dos Gatos para roubar o que for... Mas En’hain sempre estará lá para protegê-los! Já que Gunshin sempre tem desaparecido...

            Venha você também conhecer o Bar Toca dos Gatos, onde se prepara os Drink Shots, drinques alucinógenos que vão fazer você conhecer as incríveis histórias desses personagens um pouco... Bem, o drinque mais comum é o Devil’s Drink, a bebida mais pedida da casa. Além dele existe uma outra bebida, secreta e de efeito mais forte, mas que En’hain ainda não consegue fazer com perfeição: a Angel’s Drink. Dizem que o último que a bebeu desapareceu depois de ter tomado... O que será que colocam nessas bebidas? Para saber, continue com a gente, ficaremos honrados em atendê-lo! Apesar do Akai ser desastrado e de Gurei demorar com o pedido... Aquele gato miserável! Ahn? Ainda está escrevendo? Edita isso, edita isso...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário